Turismo Responsável

escola áfrica escola áfrica
Africando

Truques e dicas para uma viagem sustentável

Viajar é um privilégio. A liberdade de viajar tem um impacto inquestionável no planeta e especialmente nos destinos, trazendo igualmente a responsabilidade de viajar conscientemente e minimizar a pegada.
Seja o tipo de viajante que gostaria de conhecer no seu próprio país. Temos todos a responsabilidade de assegurar que as nossas decisões de viagem beneficiam diretamente o destino, a vida selvagem e as pessoas desse lugar.

Uma viagem responsável é muito mais do que simplesmente desligar as luzes ou o ar condicionado quando sai do quarto, reutilizar toalhas e recusar o plástico. Essa é a nossa lista de ações e sugestões, que os viajantes podem adotar para uma viagem mais consciente e responsável:

Deixar uma herança

Participe das tradições locais ou iniciativas relacionadas com a conservação ou desenvolvimento sustentável dos locais que visita e, acima de tudo, contribua de uma forma construtiva ao ensinar também algo aos habitantes locais. Deixar conhecimento é bem mais sustentável e muitas vezes mais útil do que deixar dinheiro ou outros bens.

conservação de rinoceronte
programa de conservação em África
Escola primaria em África

Não deixar rastros

Reduza a sua pegada ecológica ao deixar os lugares tal como os encontrou ou, se possível, ainda em melhores condições. Simples gestos como recolher um pouco de plástico ou algo que não pertence a um determinado ambiente e colocar no contentor de lixo ou outro local apropriado pode fazer uma grande diferença.

Levar e trazer de volta

Quando viajamos, levamos conosco muitos produtos embalados ou documentos impressos que depois de utilizados normalmente são descartados. Lembre-se que na maior parte dos lugares para onde viajamos na África, não existem os programas e sistemas de reciclagem que temos nos lugares onde vivemos. Portanto, leve-os de volta contigo e não os deixe no destino. Eles não pesam assim tanto na bagagem.

Usado é bom

Peça equipamento empressado, se só vai usar uma vez.
Os viajantes precisam frequentemente de algum equipamento que não têm antes de uma determinada viagem mais específica como é o caso de um safari. Desde binóculos a mochilas, porque não pedir empressado a amigos e familiares ou comprar usado & recondicionado? Existem marcas top de linha que recentemente deram um passo mais além e criaram programas de reparação, reutilização e reciclagem dos seus produtos, como por exemplo Patagonia Worn Wear e REI Used Gear.

Reutilize

Ao comprar itens para trazer em viagem assegure-se que podem ser reutilizados e que são feitos de material reciclável quando chegarem ao fim do seu ciclo de vida. Os artigos descartáveis, especialmente plásticos, até o mais inocente e pequeno artigo pode inadvertidamente causar danos sérios ao meio ambiente.
Os artigos de plástico não são necestariamente uma ameaça ao meio ambiente, desde que sejam devidamente utilizados, reutilizados e reciclados.

transporte de madeira em África

Deslocações mais eficientes

Escolha os trajetos mais diretos, seja em que transporte for. Se viajar de avião, dê preferência aos voos diretos e apanhe menos voos. Viaje, preferencialmente, em classe econômica (mais pessoas em um avião = menos emissões de carbono per capita).
Viaje preferencialmente em grupo, utilizando transportes públicos como comboios ou autocarros.

Estadias Prolongadas

Faça menos viagens, mas mais prolongadas em vez de muitas viagens de curta estadia. Não só contribui para reduzir as emissões de carbono ao longo do ano como embarca em experiências mais profundas nos lugares para onde viaja e envolve-se genuinamente com culturas e comunidades locais. Crie uma ligação mais profunda com o lugar, a vida selvagem e as pessoas.

passeio a camelo na viagem ao chade

Eco-atividades

Dê preferência às atividades amigas do ambiente em detrimento de, por exemplo, atividades motorizadas. Desde caminhadas, passeios a cavalo, passeios de bicicleta ou e-bike, SUP e caiaque, há incontáveis aventuras de baixo ou zero emissões de carbono, que são bem mais revigorantes, saudáveis e bem mais conectadas com os lugares e natureza.

passeio de mokoro no Okavango
passeio de balão masai mara
caminhada na savana em Maasai Mara
Kayak em Vilanculos

Sim ao Selvagem

Não visite Parques, “Santuários” ou Zoos onde os animais são mantidos em cativeiro ou acorrentados para efeitos de exibição ou performances circenses. O lugar de animais selvagens é no seu ambiente natural.

 

Questione

Antes de fazer algo, pense se esse lugar precisa realmente dessa atividade ou desse equipamento? Por vezes, devemos refletir um pouco e pensar primeiro na natureza antes de acrescentar algo a uma paisagem. Por exemplo, será que esse lugar precisa realmente dessa ponte suspensa ou desse balanço panorâmico ou dos passeios de quadriciclo? Ao praticarmos essas atividades e utilizarmos esses equipamentos estamos colaborando para a sua existência e manutenção. Portanto, devemos assegurar que eles são uma mais-valia para as comunidades locais e não prejudicam a natureza.

Viagem Zimbabue lago Kariba
mercado de peixe em África

Apoiar a economia local

Opte por produtos e serviços de empresas locais de menor dimensão. Ao comprar de artesãos locais e não das grandes cadeias ou lojas, está ajudando um indivíduo ou uma família para quem o seu dinheiro fará uma diferença bem maior e levará contigo um artigo único e muito possivelmente com uma história para contar.
Evite produtos ilegais e antiéticos, tais como marfim, peles de animais, carapaças de tartaruga, corais e outros produtos animais.

Comida local

Experimente as iguarias locais. Deixe-se surpreender pela gastronomia tradicional sempre que possível, pois irá enriquecer a sua experiência de viagem e vai contribuir para a economia local ao comprar de vendedores e produtores locais. Questione se faz sentido, por exemplo, comer salmão na África.

Seguir o caminho menos percorrido

Literalmente! Ao viajar para áreas menos frequentadas, as viagens criam um impacto menor na natureza e disseminam os benefícios econômicos e culturais do turismo. O resultado é um menor impacto para a natureza, facilmente recuperável, e maior impacto econômico/comunitário para áreas menos turísticas. Muitos lugares sensíveis e comunidades locais dependem inteiramente do turismo, elevando a responsabilidade dessa atividade econômica. Além disso, em uma viagem de conexão com a natureza, como é um safari, é sempre preferível fugir das multidões.

Viagem deserto Namibia safari

Bagagem mais leve e inteligente

Leve sempre contigo um saco de tecido reutilizável pois são bastante úteis para excursões de um dia ou compras, eliminando assim a necessidade de comprar sacos de plástico ao longo do caminho. Aliás, inclusive alguns países africanos já proibiram a utilização de sacos de plástico.

Evite levar grandes quantidades de produtos de higiene pessoal como shampoos ou cremes. Os líquidos são bastante pesados, portanto, opte antes por pequenas garrafas ou embalagens que possam ser cheias com a quantidade necessária para a viagem e mais tarde reutilizadas repetidamente para outras viagens.

Não imprimir documentos, mas sim guardá-los digitalmente no celular e optar por ingressos eletrônicos ou check-in online.

Produtos ecológicos

Levar contigo produtos de higiene ecológicos, especialmente se for viajar para lugares naturais sensíveis. Hoje em dia já existem muitas lojas online com uma enorme gama de produtos. Se for na praia, certifique-se que leva contigo um protetor solar amigo do recife de coral.

Opte por protetores auriculares, escovas de dentes ou outros artigos ecológicos e embale-os em sacos reutilizáveis e organizadores de sapatos em vez de sacos de plástico.

Entender a Sustentabilidade

Sustentabilidade por vezes é confundida com ambientalismo. O conceito de Sustentabilidade assenta em 3 princípios: Ambiente, Sociedade e Economia. Por vezes, determinados comportamentos ou hábitos podem ser considerados sustentáveis em determinados lugares e muito pouco sustentáveis em outros.

Orix no deserto do Namibe
crianças na escola em africa
abastecimento água África

Pesquise antes de ir

Antes de iniciar a sua viagem, investigue o seu destino e as empresas ou pessoas que irão organizar a sua viagem, bem como os serviços e alojamentos nos destinos.

Há inúmeras organizações hasteando a bandeira da sustentabilidade, ainda mais pós Covid, por isso não se deixe enganar pela retórica verde.

As ações falam mais alto do que as palavras. Escolha empresas responsáveis que forneçam um impacto efetivo, mensurável e duradouro; sejam transparentes com os seus dados de impacto; que pratiquem verdadeiramente o que pregam quando se trata de deixar o nosso mundo um lugar melhor.

Respeite a cultura local

Investigue sobre o destino escolhido para compreender as suas complexidades e práticas sustentáveis a nível nacional e, mais importante ainda, evite atividades ou comportamentos antiéticos que exploram ou desrespeitam as culturas locais, maltratam a vida selvagem ou ameaçam o ecossistema natural.
Uma interação genuína e respeitosa com as comunidades locais e trocar histórias pessoais com indivíduos de culturas diferentes é das experiencias mais enriquecedoras que se pode ter em uma viagem.

Esseja sempre ciente dos hábitos, crenças e etiqueta locais. Pergunte sempre antes de tirar fotografias de pessoas, aprenda algumas palavras na língua local, e retribua se tiver possibilidade de o fazer.

viagem quenia tribo masai
Viagem Botsuana hipopótamo

Respeite o ambiente e a sua vida selvagem

Seja sempre o menos intrusivo possível com a vida selvagem e o seu ambiente. Nunca alimente os animais, especialmente macacos, babuínos, chacais ou outros animais que surgem na hora das refeições. Nunca saia do veículo durante os avistamentos e se precisar de esticar as pernas, ir no banheiro ou fazer uma pausa, basta pedir ao seu guia que irá atender ao seu pedido tão breve quanto possível.

Enquanto estiver em um safari, mantenha sempre as mãos, equipamento fotográfico, GoPros e selfie-sticks dentro do veículo. Não faça barulho ou sons estranhos como bater palmas, estalar os dedos ou chamar a atenção de qualquer animal, seja por que motivo for. O guia fará sempre um pequeno briefing no início da viagem sobre a conduta em safari e estará sempre disponível para responder a dúvidas e questões.

A filosofia de “olhar e não tocar” aplica-se tanto acima como debaixo de água. Ao mergulhar, evite tocar ou ficar em pé nos frágeis recifes de coral e não provoque ou toque nos animais marinhos, alguns bem nocivos.

Estar entre animais selvagens no seu habitat natural, é um privilégio. Observe o espetáculo que a Mãe Natureza dá à sua volta.

Enriqueça

Aproveite essa oportunidade única para aprender coisas novas e enriquecer o seu conhecimento ou currículo, seja com indivíduos de comunidades locais ou com especialistas em conservação. Procure experiências de conservação autênticas, viagens de impacto significativo e programas voluntários éticos que ajudem a apoiar a preservação da vida selvagem.
Junte-se a equipes de conservação e veterinária na colocação de coleiras a elefantes; participe na remoção de corno de rinocerontes (um procedimento agora considerado necessário para a sobrevivência da espécie); ou assista à marcação e localização por satélite de espécies resgatadas e reabilitadas na natureza.

Essas experiências não só são inesquecíveis, educativas e transformadoras, como têm uma ação direta no ambiente e animais com que interagimos nessas iniciativas. Saiba mais em Viagens de Conservação & Educação.

Doações e retribuições

Embora o gesto de oferecer dinheiro, artigos e doces aos locais seja com a melhor das intenções, nem sempre é a forma mais útil ou respeitosa de retribuir. Essa oferta indiscriminada na maior parte das vezes causa desequilíbrios significativos nas comunidades. Ao oferecer um pouco de dinheiro, pode ser uma quantia muito elevada para padrões locais e está incentivando essa pessoa a viver de caridade. Isso leva ao abandono de artes e atividades locais, profissões e tradições por parte dessas pessoas que vêm na esmola uma forma mais rápida e lucrativa de ganhar seu sustento.
Deve evitar ao máximo oferecer doces devido à enorme falta de educação e cuidados de saúde orais nessas zonas remotas por onde viajamos.

Considere antes uma doação, grande ou pequena, a uma organização local sem fins lucrativos, que trabalha com as comunidades, não para elas, a fim de determinar as suas necessidades específicas e poder aplicar a sua oferta de uma forma mais sustentável e eficiente.

Antes e depois da viagem

Seja responsável antes e depois da viagem. Seja um praticante desses princípios em sua casa e um embaixador, divulgando entre familiares e amigos.

Estará ainda contribuindo muito para os lugares que visitou ao recomendá-los às pessoas a quem irá falar sobre a sua viagem.

Lembre-se… Qual é o impacto que quer deixar nas suas viagens?

passeio de canoa no Delta do Okavango
Borda do Footer
Africando 2024 © Todos os direitos reservados
Open chat
Olá,
Obrigado por contactar a Africando.
O meu nome é Pedro Quirino e irei ajudar a encontrar sua viagem perfeita em África.